Sentimentos Passados ....

Interessados :D

Inspirações...

“(…) És uma pessoa muito especial Susana, as pessoas especiais são pessoas perdidas numa realidade muito sua e que não conseguem encaixar com os comuns mortais, porque vêem mais alem, sentem e vêem com intensidade e procuram respostas para tudo o que acontece ou seja vivem tudo o que há para viver, e como todos os seres especiais és uma incompreendida mas será muito mais fácil conheceres-te o melhor possível, perdoar quem tens que perdoar, e seguir em frente, contigo não com os outros, aceitares quem és e deixares de te fazer mal a ti própria. Ama-te acima de tudo, nunca te esqueças disto, vive o mais possível, goza a vida não percas esse sorriso maravilhoso que tens e não te deixes contagiar pelo teu lado “obscuro” que já se habituou a melancolia e a revolta…”

“Sempre me ouviste, ouve agora tb nunca mas NUNCA abdiques da tua essência genuína para te tornares igual aos demais ou para uma pressuposta protecção. Não roces na pessoa... toca-lhes. Porque é isso k faz toda a diferença, ainda que te sintas exposta ou mais vulnerável “

“(…) Sei lidar contigo porque porque te oiço, porque consigo ver-te para alem do que demonstras, consigo olhar para dentro de ti e consigo sentir o que passas cá para fora, deixo-te vulnerável por isso mesmo, porque sentes que sou alguém em quem não deverias confiar por me conheceres há tão pouco tempo, mas que te entende e aceita como tu és e por isso deixas-te ir…”

" (...) Su, a luta é sem dúvida, um passo para vencer. Mas a luta, também traz por vezes, a derrota. E essa, é tanto ou mais importante que todas as vitórias. Da derrota, aprendes a cair. Aprendes a fazer o teu próprio chão para amolecer as quedas.... E quando pensas que não vale a pena lutar por algo, foi porque já tinhas pensado antes, que valia a pena. E será que não continuará a valer? Uma coisa é certa, depois de uma derrota sabe muito melhor a vitória.(...) "

" (...) Abre o coração, Susana, não tenhas medo de nada, o medo paralisa-nos e mata-nos aos poucos, vive e solta o rancor que tens dentro de ti, perdoa e deixa ir.. O teu coração merece descanso, mereces saborear a vida e sorrir sempre.. porque o teu sorriso mostra a tua verdadeira essência, as lágrimas não te descrevem são só momentos em que n encontras saída, mas se sorrires atrairás a luz q precisas p a saída dessa dor (...) "

(…) Deixa que a tua mente envolva o teu radioso espirito de alegria, forma uma enorme barreira a toda a negatividade que se apresente. Vive como se fosses morrer amanhã e diz sempre para ti: "Obrigada a mim" porque tudo o que tu és não foi cá Deuses ou Deusas, Reis ou Rainhas que te deram. TU foste constituindo uma beleza tão profunda como o mar, tão perfeita como a Lua e tão bela como a rosa. Se no fundo, dizer um "amo-te" serve para um pequeno mas memorável sorriso teu então dá-me essa mesma serventia: AMO-TE SU (…).

sexta-feira, 25 de março de 2011

Falar VS Escrever

CAROLINA :

" Compreendo bem o que é isso. Às vezes penso, que nunca vou conseguir falar, por mais que treine, e tente aplicar aquelas dicas dos livros sobre o “bom discurso” , por mais vezes que me coloquem em frente de uma plateia de 200 pessoas, a falar o mesmo assunto sete vezes.
Sabes uma coisa? Acho que só consigo falar, quando estou muito chateada ou muito eufórica. E porquê? Porque tenho os sentimentos todos à flor da pele. E nessas situações, o coração fala sempre.
Porque é que escreves bem? Porque passas a palavra ao coração. Ele escreve por ti. Consegues depositar em poucas palavras uma carga extraordinária de sentimentos, e de força. Porquê é que não deixas que ele também te guie a voz? "

Sou tão igual a ti Carolina... "


A resposta que nunca te cheguei a mostrar :

Todos nós temos medo de alguma coisa. Todos nós temos medos, cicatrizes, fraqezas, pontos fracos e esse é um dos meus - Falar..

Nem sempre fui assim, durante muito tempo consegui falar abertamente perante grandes audiencias, e dizer o que achava "disto" ou "daquilo". mas há medida que fui crescendo levei grandes chapadas da vida que me fez aprender a calar tudo, e aprender uma nova forma de falar - escrever.

Eu não falo. Eu nunca falo só escrevo. Só sei escrever. Não sei falar, desaprendi o significado dessa palavra.
Guardei e guardo tudo para mim, habituei-me a que as palavras falassem por mim e desaprendi a aptência que tinha para falar. já não sei falar, só sei escrever em relação a tudo, apenas mais uma protecção que eu criei.

Quando sou confrontada com este meu medo, vêm á memória cicatrizes que eu tenho e fecho-me em concha para o mundo, calo-me em momentos importantes, como apresentações orais(Magestil) ou Orais, e não olho para ninguem, não faço nada, limito-me a olhar para o nada, sem falar, apenas ouvindo o meu pensamento dizer"n digas vai sair asneira.. tu n consegues.. tu és limitada" ..- Atitude cobarde, nem parece teu (dizes-me tu) - Ao que eu te respondo Carolina : Só há uma maneira de eu conseguir voltar a falar. Uma maneira. Mas a pessoa que me fez e faz ser assim nunca irá dizer ou fazer o que quer que seja para eu conseguir falar de novo, e eu sei que nunca ultrapassarei este meu medo, sem essa pessoa.

Gostava de consegir arrancar do meu corpo todas as cicatrizes que tenho e renascer para a vida, sem medos, sem traumas, sem nada que se opusesse a minha felicidade. Ás vezes, gostava de ser outra pessoa. Mas isso é impossivel...

A ti que me deste-me mais vezes a mão do que pensas, a minha mão está sempre aqui para ti. Estarei sempre pronta a ajudar-te, minha querida, e quando a vida for triste para ti, por maior que sejas, por mais idade que tenhas, por mais rabugenta ou desapontada que estejas com a vida, podes sempre vir para o meu colo e ai ficares, que eu estarei sempre aqui(no blogue) e fora dele para ti. <3


Obrigada, por me inspirares, sempre que estou desinspirada, e por (me)escreveres tão bem*

quarta-feira, 23 de março de 2011

Missundaztood

" When it comes down, it all comes down,
You will not be found
When it's over, it's all over, even if i make the sound...
Still i found myself outside, you can't say i haven't try
Perhaps i tried too hard
No excuses won't apologise, or justified your lies "


http://www.youtube.com/watch?v=0i5RTrCcHDY

terça-feira, 15 de março de 2011

(...)


quarta-feira, 9 de março de 2011

Letters to my father . . .

Mais uma carta que tu nunca irás ler, mas eu continuo a escrever para ti. Este é o unico sitio onde te posso encontrar, em mim. Torna-se necessário que (te)escreva para me conseguir libertar de toda a dor, de todo o sofrimento, de toda a magoa que tenho cá dentro, para me conseguir ouvir..

Se há assunto que sempre me dilacera por dentro, e me custa falar és tu.
Tu, criaste em mim feridas que jamais irao sarar. Disseste-me coisas que jamais irei esquecer. Fizeste-me coisas que não se fazem a ninguem, e isso hoje eu vejo que só me fez crescer. Hoje em relação a ti sinto-me mais sólida, tenho os pés mais bem assentes no chão na terra e, já não confundo os sonhos com a realidade. Aprendi a lição Pai, mas aprendi tudo sozinha, sem ti.

Durante muito tempo, tempo demais, esperei por ti, até que cheguei a conclusão que não valia mais a pena esperar. A verdade é que tu nunca irás dar valor a nada do que eu faça, nem a nada do que eu diga, nem aonde quer que eu chegue. Apercebi-me da triste e dura realidade que foi ter que aprender a viver com a tua indiferença, e isso irá custar-me o resto da vida...

Achas o tempo util para curar mágoas. Eu cá, acho o tempo util para esquecer e seguir em frente. Ensinaste-me a andar sozinha, ensinaste-me a viver sem te ter.
Obrigada a ti se era tal facto que pretendias ...


E estas são as últimas palavras que te escrevo. Hoje, viro a tua página com apenas uma vontade: viver, tudo o que ainda não vivi.

ADEUS !

( n vo mentir, mais uma vez conseguis-te pôr-me a chorar, e com um vazio enorme no coração ao escrever(te) esta carta ..)

segunda-feira, 7 de março de 2011

Emptiness


VAZIA !!!! ...

É assim que eu me sinto.. VAZIA ..

domingo, 6 de março de 2011

Fukin Perfect - Pink

Made a wrong turn, once or twice
Dug my way out, blood and fire
Bad decisions, that's alright
Welcome to my silly life

Mistreated, misplaced, missunderstood
Miss know it, it's all good
It didn't slow me down
Mistaken, always second guessing
Underestimated, look I'm still around

Pretty pretty please don't you ever ever feel
Like you're less than fucking perfect
Pretty pretty please if you ever ever feel
Like you're nothing you're fucking perfect


( A musica que mais faz sentido, neste momento...)


http://www.youtube.com/watch?v=s4Rax2PXiWA

Question . . .

" Será que posso odiar-te por aquilo que me fizes-te, e mesmo assim amar-te por quem foste outrora? "

sábado, 5 de março de 2011

Acorrentada.

No inicio concordamos em esquecer não dava não podia ser , era errado (...)




Depois o desejo foi mais forte , continuamos mais uma e outra vez , tanto eu como tu sabíamos que podiam descobrir mas não conseguimos parar era mais forte que nós (...)


Ate que chegou ao limite . Passou do desejo a paixão, ao amor. Agora estamos acorrentadõs aos sentimentos.


quinta-feira, 3 de março de 2011

Castelos de Areia

A minha vida assemelha-se a castelos de areia.
Começamos do nada a construir, a pouco e pouco começam a surgir os primeiros vestigios do que será o nosso castelo, mas eis que derrepente vem uma onda e inocentemente, destroi o pouco que até agora já tinha-mos construido . Nós teimamos em continuar a construir o castelo, as vezes que forem necessárias. Vamos-nos abaixo e voltamos a levantar-nos e não desisti-mos de construir o nosso castelo, mas chega um ponto em que chega-mos a conclusão que não vale a pena continuar-mos a construir algo que será sempre destruido.

A minha vida tem sido assim, cheia de altos e baixos, como a de todos. Mas quando eu, ingénuamente penso que está tudo a encaminhar-se, que finalmente está tudo a valer a pena eis que vem uma onda e destroi, inocentemente, o meu castelo. A conclusão a que chego é que não vale a pena continuar a construir um castelo, uma vez que sempre que vem uma onda o destroí sempre, caio sempre, falho sempre. Mentira. Mais uma falha no meu castelo de areia, que eu insisto em reconstruir aos poucos. A verdade é que eu tenho que admitir que, o meu castelo de areia nunca será perfeito, e haverá sempre uma onda que o irá deitar abaixo, e está nas minhas mãos continuar esta longa viagem que é a construção do meu castelo, ou desistir sempre que vem uma onda mais forte e o derruba.

http://www.youtube.com/watch?v=NG2zyeVRcbs



(There's always gonna be another mountain
I'm always gonna want to make it move
Always gonna be an uphill battle
Sometimes I'm going to have to lose
Aint about how fast I get there
Aint about what's waiting on the other side
It's a climb. )

quarta-feira, 2 de março de 2011

" As we grow up, we learn that even the one person that wasn’t supposed to ever let you down probably will. You will probably have your heart broken probably more than once and its harder every time. You’ll break hearts too, so remember how it felt when yours was broken. You’ll fight with your best friend. You’ll blame a new love for things an old one did. You’ll cry because time is passing too fast, and you’ll eventually lose someone you love. So take too many pictures, laugh too much, and love like you’ve never been hurt, because every sixty seconds you spend upset is a minute of happiness you’ll never get back.

Life is too short; grudges are a waste of perfect happiness. Laugh when you can, apologize when you should and let go of what you cant change. Love deeply and forgive quickly, take chances, give everything and have no regrets. Life is too short to be unhappy. You have to take the good with the bad smile when your sad, love what you got and always remember what you had. Always forgive, never forget.


Sometimes we need to stop analyzing the past, stop planning the future, stop trying to figure out precisely how we feel, stop deciding with our mind what we want our hearts to feel, sometimes we just have to go with, what ever happens happens. Someday everything will make perfect sense. So for now, laugh at the confusion, smile through the tears, and keep reminding yourself that everything happens for a reason.


Beginings are usually scary, and endings are usually sad
, but its everything in between that makes it all worth living.
Life isn’t about waiting for the storm to pass; it’s about getting out there and dancing in the rain.
There are moments in your life that makes you and sets the course of who you’re going to be. Sometimes they’re little, subtle moments, sometimes their big moments that you never saw coming. No one asks for their life to change, but it does. Its what you do afterwards that counts. That’s when you find out who you are.

Go for long walks, indulge in hot baths question your assumptions, be kind to your self, live for the moment, loosen up, scream, curse the world, count your blessings, just let go, just be. "